explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Ruppia maritima L.
    Alismatales > Ruppiaceae > Ruppia > R. maritima (comparar)
    autóctone

    Distribuição mapa em constante actualização

    39 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia
    Em lagoas costeiras, estuários, esteiros e salinas abandonadas. Em águas salobras ou salinas, próximas do mar.
    Tipo biológico
    Hidrófito, Geófito
    Categoria de risco de extinção em Portugal Continental segundo critérios IUCN
    Quase Ameaçada
    Avaliação na Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
    Ruppia maritima é uma planta aquática de ampla distribuição mundial que, em Portugal continental, ocorre de modo muito disperso em estuários, salinas e lagoas costeiras ao longo da faixa litoral entre o Minho e o Algarve. É avaliada como Quase Ameaçada, aproximando-se de Vulnerável pelos critérios B2ab(iii), pois apresenta uma reduzida área de ocupação e infere-se um declínio continuado da qualidade de habitat, contudo identificam-se 13 localizações, não cumprindo o subcritério a. Entre as causas de pressão sobre a população regional, assinalam-se as dragagens e a abertura de lagoas costeiras, a reconversão de salinas ou o seu abandono, a poluição das massas de águas e a alteração dos regimes hídricos que podem causar o assoreamento dos estuários e de lagoas costeiras. Este táxon deverá ser alvo de estudos de caracterização filogenética que permita esclarecer a existência de um ou dois táxones em Portugal continental, complementado por prospeção em áreas de habitat favorável. A presente avaliação deverá ser revista após a conclusão desse estudo. Para controlo da poluição das massas de água seria importante uma melhor implementação de legislação já existente, como a Diretiva Quadro da Água. A conservação das lagoas costeiras e das salinas ao longo do litoral do continente, por exemplo, mediante incentivos financeiros, permitiria a salvaguarda dos locais de ocorrência atuais e manter a conectividade natural entre áreas de habitat favorável para a planta e para as aves responsáveis pela dispersão de sementes.

    Dados

    Floração (n=7)
    Altitude (n=37)
    Distância ao mar (n=37)
    Download de mapas

     


    a carregar...