explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Picris willkommii (Sch.Bip.) Nyman
    Asterales > Asteraceae > Picris > P. willkommii (comparar)
    raspa-saias-do-barrocal
    autóctone
    Az
    Ma

    Distribuição mapa em constante actualização

    36 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia
    Em prados e pousios, sobre solos de origem calcário/margosa, sujeitos a pastorícia extensiva.
    Tipo biológico
    Terófito, Hemicriptófito
    Estatuto Directiva Habitats
    Anexo IV da Directiva Habitats
    Categoria de risco de extinção em Portugal Continental segundo critérios IUCN
    Em Perigo
    Endémica de
    Península Ibérica
    Avaliação na Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
    Picris willkommii é uma planta anual que se encontra em prados e pousios de terrenos com uso agro-pastoril extensivo, em solos predominantemente calcários. Trata-se de uma espécie endémica do sudoeste da Península Ibérica que em Portugal apenas ocorre nos arredores de Castro Marim. Apresenta extensão de ocorrência e área de ocupação muito reduzidas (cerca de 30 km2). Existem evidências de um declínio continuado da área e da qualidade do seu habitat nas últimas décadas e um conjunto de pressões e ameaças que sugerem a existência de apenas cinco localizações. Face a estas considerações, a planta é avaliada como Em Perigo. As principais pressões identificadas resultam do alargamento e da construção de estradas, da expansão urbana da vila de Castro Marim e da realização de ações de gestão de vegetação lesivas para a planta. Algumas ameaças relevantes incluem a eventualidade de intensificação agrícola ou alterações no regime pastoril, como o aumento de encabeçamento do gado bovino ou, em sentido inverso, o completo abandono da atividade pastoril. Propõem-se medidas para a sua conservação como o estabelecimento de acordos com proprietários dos terrenos para a manutenção de práticas agro-pastoris extensivas que permitam a existência de condições de habitat, pelo menos nos núcleos mais numerosos, o condicionamento do uso de herbicidas, a calendarização adequada das ações de gestão de vegetação de bermas e taludes e a fiscalização apertada destas atividades. Sugere-se ainda a monitorização da população nacional.

    Dados

    Floração (n=7)
    Altitude (n=33)
    Distância ao mar (n=33)
    Download de mapas

     


    a carregar...