explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Linaria hirta (L.) Moench
    Lamiales > Plantaginaceae > Linaria > L. hirta (comparar)
    linária-dos-pousios
    autóctone
    Az
    Ma

    Distribuição mapa em constante actualização

    184 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia
    Searas e prados anuais em pousios, olivais tradicionais e campos agrícolas, em substratos de origem calcária ou siliciosa.
    Tipo biológico
    Terófito
    Categoria de risco de extinção em Portugal Continental segundo critérios IUCN
    Vulnerável
    Endémica de
    Península Ibérica
    Avaliação na Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
    Linaria hirta é uma planta arvense endémica da Península Ibérica, que ocorre exclusivamente associada aos sistemas agrícolas extensivos de sequeiro (olivais, searas, pousios), em solos argilosos básicos de origem, geralmente, não calcária. Avalia-se a planta como Vulnerável devido à sua área de ocupação e extensão de ocorrência relativamente baixas (inferiores a 200 km2 e a 10 000 km2, respetivamente), reduzido número de localizações (entre oito e 10), e declínio continuado na área de ocupação e extensão de ocorrência, na qualidade e extensão do habitat, e no número de indivíduos maduros. A principal pressão e ameaça sobre a planta, são a expansão da intensificação agrícola em larga escala nas regiões do Alto e Baixo Alentejo, e a conversão dos sistemas agrícolas extensivos de sequeiro em sistemas intensivos de regadio, que conduzem à destruição direta do seu habitat ou à alteração das condições ecológicas necessárias ao seu desenvolvimento. As medidas de conservação a aplicar devem centrar-se principalmente na manutenção dos sistemas agrícolas extensivos de sequeiro e nas práticas culturais a eles associadas, nomeadamente, através da contratualização com os seus proprietários para a manutenção de parcelas de olival tradicional com núcleos da planta e de outras espécies arvenses com categoria de ameaça, e através do incentivo económico aos proprietários/ produtores por forma a manter as práticas tradicionais de gestão. Paralelamente, deverá também ser realizada a monitorização de núcleos populacionais nas áreas onde é fortemente plausível a concretização das ameaças identificadas.

    Dados

    Floração (n=132)
    Altitude (n=171)
    Distância ao mar (n=171)
    Download de mapas

     


    a carregar...