explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Digitalis purpurea L.
    Lamiales > Plantaginaceae > Digitalis > D. purpurea (comparar)
    dedaleira-de-folhas-glabras*, dedaleira-do-douro*, traques, erva-dedal, dedaleira, abeloura, tróculos, estalinhos
    autóctone

    Distribuição mapa em constante actualização

    1980 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia

    subsp. amandiana: Lugares abertos e rochosos, escarpas e afloramentos rochosos pouco soalheiros, muretes e taludes de vinhas abandonadas. Em solos delgados.

    subsp. purpurea: Orlas e clareiras de bosques e matagais, por vezes em bermas ou taludes de caminhos, afloramentos rochosos e sebes. Em sítios frescos, sombrios, geralmente silicícola.

    Tipo biológico
    Proto-hemicriptófito, Hemicriptófito
    Toxicidade
    Planta tóxica para o Homem por ingestão
    Ligações externas
    Comentários

    Há autores que consideram uma outra (noto)subespécie, que resultará da introgressão entre a D. purpurea subsp. purpurea x D. thapsi. Estes indivíduos, designados D. purpurea (notho)subsp. carpetana (Rivas Mateos) Rivas Mart., Fern. Gonz. & Sánchez Mata [= Digitalis x coutinhoi Samp.], caracterizam-se por deterem (entre outros) um indumento misto de pelos glandulosos pediculados (i.e. com pequeno pé de 0.4-0.6 mm) e pelos tectores maiores (cit. Flora Iberica), o que os torna algo peganhentos. Detectamos este táxon numa grande parte da Bacia Hidrográfica do Tejo.
    Estêvão Portela-Pereira em 23/09/2014

    Dados

    Floração (n=618)
    Altitude (n=1818)
    Distância ao mar (n=1818)
    Download de mapas

     


    a carregar...