explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Campanula alata Desf.
    Asterales > Campanulaceae > Campanula > C. alata (comparar)
    campainhas-do-sudoeste, campainhas-de-monchique*
    autóctone
    Az
    Ma

    Distribuição mapa em constante actualização

    114 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia
    Nas orlas ou sob coberto de bosques e matagais ripícolas, principalmente amiais. Em sítios muito húmidos e sombrios, sobre solos ácidos.
    Observações
    Planta rara, dispersa em pequenas populações ao longo da faixa costeira sudoeste e sul do país, e muito pontualmente no centro.
    Tipo biológico
    Hemicriptófito
    Categoria de risco de extinção em Portugal Continental segundo critérios IUCN
    Vulnerável
    Endémica de
    Península Ibérica
    Avaliação na Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
    Campanula primulifolia é uma planta endémica do sudoeste da Península Ibérica cuja distribuição global se concentra em Portugal continental. A maioria da população nacional concentra-se nos arredores da serra de Monchique, contudo assinalam-se núcleos isolados no litoral alentejano, na serra do Caldeirão e na região Centro. Ocorre em sítios muito húmidos e sombrios, normalmente sob coberto de bosques e matagais ripícolas. Não existe uma estimativa do tamanho da população nacional mas infere-se que esteja em declínio continuado, com base no desaparecimento recente de núcleos e de uma acentuada degradação do seu habitat. É avaliada como Vulnerável por apresentar reduzida extensão de ocorrência e área de ocupação, porque estão identificados declínios continuados no tamanho da população e na qualidade do seu habitat e porque apenas se identificam oito localizações. Está sujeita a diversas pressões, destacando-se a expansão e gestão de povoamentos de eucalipto, a expansão de plantas exóticas nas linhas de água, os incêndios recorrentes e as alterações no balanço hídrico que possam secar as linhas de escorrência e as fontes permanentes. Estas pressões atuam frequentemente em conjunto, potenciando os seus impactos. Sugere-se que seja considerada espécie a proteger em Portugal e que sejam implementadas medidas para controlo de espécies invasoras na sua área de distribuição. Sugere-se ainda a salvaguarda do seu património genético e a criação de coleções de plantas vivas em jardins botânicos. A tendência populacional deverá ser acompanhada através de monitorização e deverá ser efetuada prospeção da espécie na região Centro.

    Dados

    Sinónimos
    • Campanula primulifolia Brot.
    Floração (n=15)
    Altitude (n=99)
    Distância ao mar (n=99)
    Download de mapas

     


    a carregar...