explorar
ordensfamíliasgéneros

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXZ

    Armeria berlengensis Daveau
    Caryophyllales > Plumbaginaceae > Armeria > A. berlengensis (comparar)
    arméria-das-berlengas
    endémica
    Az
    Ma

    Distribuição mapa em constante actualização

    17 registos centrar | como citar

    espontâneo
    anterior a 1990 ou s.d.
    nova quadrícula
    escapado de cultivo
    extinto

    Detalhes

    Ecologia
    Arribas litorais, em solos rochosos graníticos.
    Observações
    Endémica do arquipélago das Berlengas.
    Tipo biológico
    Caméfito
    Estatuto Directiva Habitats
    Anexo II da Directiva Habitats, Anexo IV da Directiva Habitats
    Categoria de risco de extinção em Portugal Continental segundo critérios IUCN
    Em Perigo
    Endémica de
    Estremadura
    Distribuição em Portugal Continental restrita a
    Estremadura
    Avaliação na Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
    Armeria berlengensis é uma planta endémica do arquipélago das Berlengas, que ocorre em arribas litorais. É avaliada como Em Perigo pois apresenta extensão de ocorrência e área de ocupação muito reduzidas, identificam-se apenas três localizações e observa-se declínio continuado no tamanho da população e qualidade do habitat. A população estima-se em cerca de 6300 indivíduos maduros e suspeita-se que tenha sofrido uma redução populacional largamente superior a 50% nas últimas duas décadas. Esta redução deveu-se aos impactos do aumento excessivo da colónia de gaivotas e da proliferação de plantas exóticas invasoras. No passado recente foram implementadas medidas para minimização destes impactos, embora ainda não seja possível analisar os seus efeitos. O aumento da procura turística poderá estar a provocar impactos adicionais como o pisoteio e a dispersão de outras plantas exóticas. Recomenda-se a implementação de um plano de conservação específico, que deverá incluir a continuação das medidas de controlo da colónia de gaivotas e de erradicação de chorão-das-praias (alargando-a a todas as ilhas e a outras plantas exóticas). Devem ser mantidas as restrições à circulação humana perto dos núcleos da planta e aumentada a vigilância sobre práticas recreativas potencialmente lesivas. Sugerem-se esforços de reforço populacional, após correcção do solo e em época e local favorável. Deverá ser implementado um programa de monitorização da população e mantido o esforço de consciencializar o público para os valores naturais das Berlengas. A alteração da categoria obtida em avaliação anterior, Criticamente Em Perigo, resulta de não se considerar a população como severamente fragmentada.

    Dados

    Floração (n=1)
    Altitude (n=16)
    Distância ao mar (n=16)
    Download de mapas

     


    a carregar...